21 de julho de 2020

    Internet lenta? Veja como melhorar a conexão no seu home office

    Muitos dispositivos conectados à mesma rede podem provocar lentidão

    Trabalhar em casa implica em adequar toda a infraestrutura da residência para o home office, e um dos pontos mais sensíveis é a internet. De acordo com o Speedtest, empresa que mede a velocidade das conexões de rede, o Brasil tem sofrido com baixas na velocidade de navegação, em particular dos downloads, desde o início da pandemia do coronavírus. Isso é explicado por fatores como o maior uso das bandas por pessoas que estão trabalhando de casa ou assistindo filmes, vendo vídeos ou tendo aulas online.

    Por causa disso, empresas de streaming e conglomerados de mídia chegaram a diminuir a qualidade disponível dos vídeos. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) chegou a recomendar, no início da pandemia, que as prestadoras de serviço de internet aumentem, sem nenhuma cobrança a mais, a banda para os usuários.

    De acordo com a especialista em tecnologia da informação Sylvia Bellio, CEO da empresa it.line, apesar dos riscos de a população ficar sem internet ser baixa, há oscilações na velocidade de conexão durante o expediente em teletrabalho.

    — As atividades na residência mudaram a configuração do pico de acesso à internet caseira, que normalmente acontecia no começo da noite, quando o brasileiro chegava do trabalho. O panorama atual é que um acesso fora da curva aconteça até mesmo de manhã — explica.

    Para melhorar a velocidade de conexão, algumas medidas podem ser adotadas pelos usuários. Entre elas, estão fazer um teste de conexão, melhorar o posicionamento do roteador e eliminar possíveis interferências externas. Veja abaixo as dicas da Anatel e da it.line.

    Testar a conexão: atualmente, existem vários sites e programas que realizam gratuitamente testes de velocidade da internet, como SpeedTest ou o Fast. Eles ajudam o usuário a ter o controle da velocidade que está recebendo, se condiz com o que está pagando. Caso a velocidade esteja muito abaixo, será preciso contatar a operadora e pedir providências.

    Posição do seu roteador: o roteador deve estar preferencialmente perto do computador e longe de ambientes úmidos e com encanamento, por exemplo. Além disso, o indicado é que o aparelho esteja em um local alto. Não é recomendado deixar o roteador no chão, porque dificulta a propagação do sinal, além da possibilidade de ocorrer acidentes.

    Possíveis fontes de interferência: é importante ficar atento se aparelhos com o bluetooth ligado, por exemplo, não estão interferindo na conexão. Nesses casos, desconectar o bluetooth já pode contribuir com a melhora. Além disso, barreiras físicas como portas, metais e janelas e eletroeletrônicos como micro-ondas também contribuem com a piora da qualidade da internet.

    Muitos dispositivos conectados: é bastante comum casos de pessoas que, após problemas de lentidão com a internet, descobrirem que vários dispositivos desconhecidos estavam conectados em sua rede. Por isso, é essencial que os usuários tenham sempre esse controle, que pode ser feito através de aplicativos como o Fing. O programa aponta possíveis “aproveitadores” e também indica a vulnerabilidade da conexão.

    Deixe sua rede segura: além de causar lentidão na conexão, ter outros dispositivos conectados a sua rede é perigoso. Às vezes, o intruso pode se aproveitar e hackear a conexão para roubar dados e informações. Por causa disso, é importante adotar protocolos de segurança no wi-fi como WPA2 ou WPA, que possuem boas encriptações para proteger uma rede caseira.

    Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/tecnologia/noticia/2020/07/internet-lenta-veja-como-melhorar-a-conexao-no-seu-home-office-ckcm6ywdy00450147fmgm7a8n.html

    Leave your comment

    Please enter your name.
    Please enter comment.

    Entre em contato conosco !