25 de fevereiro de 2019

    Brasil é destaque em ranking de maturidade digital

    Apenas 5% das empresas em todo o mundo foram definidas como Líderes digitais. No Brasil o índice é de 6%

    O Índice de Transformação Digital, divulgado pela Dell Technologies, aponta Brasil, Índia e Tailândia como líderes entre os países emergentes no quesito maturidade digital.

    A pesquisa é realizada em parceria com a Intel e feita pela Vanson Bourne com 4,6 mil líderes de negócios de empresas de médio e grande porte de 42 países.

    Por outro lado, o estudo mostra que mercados desenvolvidos estão ficando para trás: Japão, Dinamarca e França receberam as pontuações mais baixas de maturidade digital.

    O Brasil ficou em 2º lugar – com 6% das empresas consideradas líderes digitais -, à frente de países como México (4º) e Colômbia (5º). Além disso, mercados emergentes estão mais confiantes em sua capacidade de “ultrapassar em vez de serem ultrapassados” (53%) em comparação com somente 40% em nações desenvolvidas.

    O DT Index II mostra, contudo, que os programas de transformação digital de muitas empresas estão na fase inicial e ainda há um caminho longo a percorrer rumo à maturidade: 78% dos líderes de negócios admitem que a transformação digital deve ser mais difundida em suas organizações.

    No Brasil, o número é ainda maior: 82%. Mais da metade das empresas (51%) acredita que terá dificuldades para atender às demandas dinâmicas dos clientes dentro de 5 anos, no Brasil o índice é de 25%, e quase uma em cada três (30%) ainda tem receio de que sua organização possa ficar para trás, sendo 26% no mercado nacional.

    Segurança

    Infraestrutura crítica, automação e cloud são preocupações de segurança

    Comparação em relação  a 2016

    O DT Index II foi realizado com base no primeiro DT Index, de 2016.

    A comparação de dois anos destaca que o progresso tem sido lento, com organizações tendo dificuldades para acompanhar o ritmo intenso das mudanças. Embora a porcentagem dos Adotantes digitais tenha aumentado, não houve progresso no topo.

    Quase 4 em cada 10 empresas (39%) estão ainda espalhadas nos dois grupos com menor maturidade digital na referência de desempenho (Preguiçosos digitais e Seguidores digitais).

    Luis Gonçalves, vice-presidente Sênior e Gerente Geral da Dell EMC Brasil, aponta que é importante ver que os líderes brasileiros estão na vanguarda da transformação digital no mundo. “O caminho à maturidade é longo e repleto de desafios, mas é necessário percorrê-lo.

    Em contrapartida, preocupa ver que 24% das organizações brasileiras 39% e das organizações globais investem pouco ou não investem em modernização digital. A hora de agir é agora”, comenta.